sábado, 21 de abril de 2018

Jovens são detidos pela PM após enterrarem cachorro vivo para 'ritual'

Jovens são detidos pela PM após enterrarem cachorro vivo para 'ritual' (Foto: Divulgação Polícia Militar)
(Foto: Divulgação Polícia Militar)
Dois homens foram detidos, na tarde deste sábado (14), acusados de enterrarem um filhote de cachorro, da raça boxer, vivo em um “ritual de magia”. Eles foram flagrados por policiais e ainda tentaram negar. O animal foi resgatado, mas não resistiu. O caso ocorreu em Brasília.
Segundo informações da Polícia Militar do Distrito Federal, policiais militares desconfiaram da atitude da dupla, que estava escavando a terra em uma área com o mato alto.
Durante a abordagem, eles negaram a prática de qualquer ato ilegal e afirmavam que tinham enterrado um animal morto. No entanto, após serem pressionados pelos policiais, acabaram confessando terem sepultado o filhote vivo para um ritual de purificação.
Os policiais conseguiram resgatar o cachorro com vida, mas bastante debilitado. O animal foi levado a um hospital veterinário, mas não resistiu, segundo informações da PM.
Uma advogada e membro da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da  Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), Ana Paula Vasconcelos, entrevistada pelo portal Metrópoles, disse que está acompanhando o caso e pede punição para os envolvidos nos maus-tratos.
“Ele está todo quebrado, com afundamento de crânio e muito machucado. Nós conseguimos interná-lo numa clínica particular. Vamos acompanhar de perto esse caso”, disse
De acordo com a PM, os dois homens assinaram Termo Circunstanciado, que é um compromisso em comparecer em juízo quando intimados, e foram liberados.
(Com informações do portal Metrópoles)
 
▲ Topo>