domingo, 1 de abril de 2018

ITAITUBA:A POLÍCIA CIVIL INVESTIGA A EXISTÊNCIA DE FACÇÕES CRIMINOSAS DENTRO DO PRESIDIO DE ITAITUBA.


A POLÍCIA CIVIL INVESTIGA A EXISTÊNCIA DE FACÇÕES CRIMINOSAS DENTRO DO PRESIDIO DE ITAITUBA.

HÁ SUSPEITA DE QUE AS MORTES REGISTRADAS NA CASA PENAL PODEM ESTAR LIGADAS À ESSAS FACÇÕES.

Presidio de Itaituba

Atualmente o presídio de Itaituba conta com 343 detentos cumprindo pena no centro de recuperação, um número bem acima da capacidade permitida que é de apenas 196 internos.   Além de Itaituba o centro de recuperação, recebe detentos de Jacareacanga, Rurópolis, Novo Progresso, Aveiro, Trairão e até de outras regiões do estado. 

Durante o ano, boa parte dos presos do regime Semi-aberto recebe o beneficiado da saída temporária que ocorre sempre em datas comemorativas, somente na semana santa 45 detentos foram beneficiados.

Socorro Oliveira Diretora da Cadeia Pública de Itaituba 

Mas uma fato que vem chamando atenção da direção do Presídio e das autoridades competentes é o número de mortes registradas dentro da casa penal. Em menos de um mês duas pessoas foram encontradas mortas dentro das celas. 

Vitima - Jacó

O  primeiro foi Jacó Rodrigues dos Santos conhecido por Jacozinho bastante conhecido no mundo do crime.

Vitima - Jefferson

A segunda morte aconteceu na tarde do último dia 28, Jefferson da Silva Magalhães foi encontrado morto pendurado em uma corda. Nos dois casos a primeira suspeita era de suicídio, mas exames preliminares do IML apontam para homicídio.

Delegado José Bezerra

Segundo o delegado José Bezerra, para cada caso a policia civil tem um prazo de 30 dias para concluir o inquérito e os lados do IML são de fundamental importância para o andamento do processo.

Fonte: http://www.plantao24horasnews.com.br/ com informações do repórter Marinaldo Silva. 

 
▲ Topo>