quinta-feira, 29 de março de 2018

Veiculo com cerca de 9 kg de Cocaína é apreendido pela Policia Federal em parceria com PM e PC, em Itaituba- PA


Agentes de Policia Federal; Militares do Serviço de inteligência do CPR-X e Policiais Civis da Superintendência do Tapajós aprenderam na tarde desta quinta feira, 29 de março, em Itaituba, sudoeste do Pará um carro com cerca de 9 kg de pasta base de cocaína.
A operação foi realizada pelas forças de segurança já citadas para combater o trafico de droga em Itaituba e região, sendo que a rodovia transamazônica é uma rota para o trafico. Na tarde desta quinta feira, 29, um carro modelo Meriva de cor branca, com placa: NOX-3973 de MANAUS, sendo conduzido por; Antônio Luiz de Araújo Neto, de 31 anos de idade, vindo do estado de Rondônia foi abordado na Rodovia Transamazônica BR-320 no perímetro urbano de Itaituba na altura do km 05. 
Após a abordagem os agentes desconfiaram que o veiculo poderia estar transportando droga. Uma revista previa foi feita e nada foi encontrado. O veiculo foi levado junto com o motorista para a Policia Federal. E mais uma vez passou por uma revista, de inicio nada foi encontrado, porem os agentes insistiram, e perceberam que na lateria do carro em baixo dos bancos tinha sido alterado, foi quando conseguiram abrir uma tampa que estava soldada e lá estava toda a droga condicionada em sacolas plasticas, 08 pacotes com pasta base de cocaína, pesando aproximadamente 9 kg. O condutor recebeu voz de prisão em flagrante por trafico de droga.
Antônio Luiz de Araújo Neto, que não vamos mostrar o rosto para não atrapalhar as investigações, não falou muita coisa, disse que estava vindo de Rondônia, que era do dono da droga. Segundo a policia o carro foi modificado para realizar o transporte da droga, chegou a quebrar na estrada, ficou três dias no "prego", mas foi resgatado e seguiu viagem, passando pelo amazonas e teria como destino o Pará, possivelmente Itaituba. O trabalho de investigação continua. 

Fonte: Repórter Junior Ribeiro de Itaituba
Fotos: Junior Ribeiro e PF. 
 
▲ Topo>