quarta-feira, 7 de março de 2018

TÚMULO É ARROMBADO E CORPO É ENCONTRADO NU FORA DE CEMITÉRIO

Túmulo é arrombado e corpo é encontrado nu fora de cemitério (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
O cemitério do Boqueirão, em Curitiba (PR), foi palco do segundo caso de vilipêndio a cadáver em cerca de seis meses: na madrugada desta terça-feira (6), um homem de 36 anos, sepultado dia antes, foi retirado do caixão e abandonado nu do lado de fora do cemitério.
De acordo com informações do portal Tribuna do Paraná, o corpo é de Mizael Teodoro da Luz, 36 anos, que havia sido sepultado um dia antes. Ele foi retirado do caixão e arrastado por aproximadamente 400 metros. Duas pessoas cometeram o crime.
A Polícia Civil do Paraná desconfia que o objetivo dos autores era fugir com o corpo, mas não tiveram sucesso. O corpo deve passar por perícia novamente e o local foi isolado. Mizael tinha passagens por homicídio e roubo.
A morte
Mizael morreu com tiros de fuzil noite de sábado (3), no bairro Pilarzinho, em Curitiba. Celio Afonso da Silva, de 42 anos, conhecido como Coelho, foi identificado como autor do crime pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ele teria sido o responsável pela morte de Mizael da Luz e outro homem.
Além de ter cometido o crime, segundo o que apuraram os policiais, o homem estaria ligado ao ataque aos carros-fortes em Palmeira, nos Campos Gerais, no Paraná, no começo de fevereiro. De acordo com a polícia, algumas testemunhas reconheceram o criminoso.
Segundo a polícia, ele é procurado por um homicídio e também está foragido pelo ataque aos carros-fortes, por um mandado de prisão de roubo.
VilipêndioNo último caso registrado, em setembro do ano passado, também no Cemitério do Boqueirão, o corpo de uma mulher de 59 anos, que havia sido sepultado dias antes, foi retirado do túmulo e violentado.(Com informações do portal Tribuna do Paraná)
 
▲ Topo>