terça-feira, 14 de novembro de 2017

PREFEITO DE TUCURUÍ É AFASTADO PELA JUSTIÇA

Prefeito de Tucuruí é afastado pela Justiça (Foto: Reprodução)
O juiz da 1ª Vara Cível e Empresarial de Tucuruí, Pedro Enrico de Oliveira, determinou o afastamento imediato do prefeito da cidade, Artur Brito (PV), nesta segunda-feira (13). Ele está sendo acusado de crimes de improbidade administrativa, ao direcionar contratos e licitações para um amigo e empresário local. O afastamento já havia sido pedido pelo Ministério Público do Estado em maio deste ano, mas somente agora a Justiça decidiu pelo afastamento.
Em nota, a assessoria do prefeito afastado informou que ele irá cumprir a decisão da Justiça, mas que entrará com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça do Estado, pedindo o reingresso no cargo. A nota chama as denúncias de 'vazias', e as considera como uma retaliação por parte do denunciante, uma empresa contratada pela gestão anterior e que teve seus contratos rescindidos na gestão de Artur.
CORRUPÇÃO, MÃE, PISTOLEIROS E PODER
Este é mais um episódio da história de corrupção, conspiração e morte envolvendo o poder público de Tucuruí. A mãe de Artur Brito, a empresária Josenilde Silva Brito, foi acusada pela Polícia Civil de mandar matar o então prefeito Jones William da Silva Galvão, em julho deste ano. Josenilde cumpre prisão temporária no Centro de Recuperação Feminino, em Ananindeua.
Artur Brito, que era vice do prefeito assassinado, assumiu o cargo. Em pouco tempo, foram presos dois suspeitos do assassinato, e logo as evidências passaram a levar ao caminho de sua mãe. Ele chegou a ser conduzido para a delegacia para prestar depoimentos durante as investigações sobre a morte de seu antigo aliado.


(DOL)
 
▲ Topo>