sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

SUSPEITO DE EXECUTAR SOLDADO DA PM É PRESO

Suspeito de executar soldado da PM é preso  (Foto: Polícia Civil/Divulgação) 
 Maico Douglas Leite Lima, vulgo ‘Orango’ foi apresentado nesta sexta-feira (17) por policiais militares na Divisão de Homicídios (DH), no bairro de São Brás, em Belém.
Segundo a Polícia Civil, ele é suspeito de executar o soldado reformado Moisés de Jesus Chaves, de 52 anos, na Cidade Nova II, em Ananindeua, na manhã de hoje.
Ainda de acordo com a PC, o suspeito será autuado em flagrante pelo delegado Eduardo Rollo.
O policial, reformado em 1995, não estava mais na ativa, não resistiu e morreu ainda no local.
Somente este ano, contando com a morte de Moíses, 11 agentes de segurança já foram assassinados no Pará.
Esposas e familiares de PM's cobram diálogo com governo
Veja alguns casos de assassinatos de agentes de segurança pública:
2 de Janeiro 
O sargento J. Matos, da Polícia Rodoviária Estadual, morreu após ser baleado na cabeça. O tiro foi disparado por um colega de farda. O caso ocorreu em Quatro Bocas, no município de Tomé-Açu.
9 de janeiro 
O guarda municipal Wellison Carneiro Figueiredo, 29 anos, foi assassinado dentro da Escola Municipal Walter Leite Caminha, no bairro do Mangueirão, Belém. Os suspeitos mataram e roubaram a arma do agente de segurança.
20 de janeiro 
O soldado da Polícia Militar Rafael da Silva Costa, 29 anos, da Rotam, morreu durante uma troca de tiros com assaltantes, no bairro da Cabanagem, em Belém.
05 de fevereiro
O sargento da  Polícia Militar Manoel Vieira Moraes, 51 anos, foi morto em Outeiro, Região Metropolitana de Belém. O militar estava na corporação desde 1992.
05 de fevereiro 
O guarda municipal Diego Silva, 30 anos, foi morto por assaltantes no bairro da Guanabara, em Ananindeua. Os suspeitos roubaram a arma do agente.
07 de fevereiro 
O cabo da Polícia Militar Sergio Margalho, 55 anos, foi morto dentro da própria casa, em Abaetetuba, nordeste paraense. O acusado de cometer o crime é o sobrinho do militar.
07 de fevereiro 
A sargento da Polícia Militar Jocyanne de Fátima Souza Durans, da reserva, foi morta a tiros, em Canaã dos Carajás, no sudeste paraense. Até o momento não se sabe as causas do crime e ninguém foi preso.
07 de fevereiro
O agente penitenciário Paulo Daniel Pingarilho foi atacado a tiros, não resistiu, e morreu no bairro do Livramento, município de Santarém, oeste paraense. A vítima caminhava despreocupadamente no cruzamento das avenidas Muiraquitã e Rosa Passos, após acompanhar a mãe, que estava em uma clínica, quando foi baleado 3 vezes. Morreu na hora.
11 de fevereiro
O investigador de Polícia Civil Kleber Kleuson Moraes de Moraes, da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), foi assassinado. O crime aconteceu na rua Tancredo Neves, no bairro do Telégrafo, em Belém, na porta da casa da vítima.
16 de fevereiro
O sargento Luís André Costa Nascimento foi assassinado quando se deslocava dentro de uma van na avenida Augusto Montenegro, em Belém. A vítima saiu do trabalho e estava a caminho de casa quando foi baleada com dois tiros próximo a rotatória do conjunto Satélite que dá acesso ao bairro do Tapanã.
17 de fevereiro
O soldado Moíses de Jesus Chaves foi vítima de disparos de um assaltante que tentou roubar sua moto. O crime ocorreu na Cidade Nova 2, em Ananindeua, próximo à Praça da Bíblia. 
(DOL)


 
▲ Topo>