terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Polícia investiga ameaça a repórter do DIÁRIO

Polícia investiga ameaça a repórter do DIÁRIO (Foto: Divulgação) 
 A jornalista Carolina Menezes, do DIÁRIO, registrou um Boletim de Ocorrência, na tarde de segunda-feira (13), na Seccional de São Brás, após ser ameaçada em ligação anônima feita para a redação do jornal, pela manhã. O homem, que não quis se identificar, se disse prejudicado pela matéria “Agência teria alegado venda ilegal de gado”, publicada no último domingo (12).

Por volta das 10h30, em conversa com a produção do jornal, o homem, ao ser informado de que a jornalista não estava na redação naquele momento, se queixou de ter o nome citado no texto. Quando solicitado a deixar um contato para que a repórter o procurasse, ele, em tom de ameaça, se negou, e disse que iria “atrás dela e que, quando ele a encontrasse, ela saberia com quem estava ligando”.

O setor de tecnologia do DIÁRIO repassou o número que originou a chamada à Polícia Civil. A notícia em questão trata de uma família que denuncia ter tido gado roubado pelos próprios sobrinhos com a anuência de um funcionário da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), que teria concluído a fraude em nível documental. O órgão foi procurado, se manifestou sobre o assunto e o posicionamento consta na mesma matéria.

(Diário do Pará)
 
▲ Topo>