sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Vítima é assassinada a tiros no canal Água Cristal

Vítima é assassinada a tiros no canal Água Cristal (Foto: reprodução/Twitter) 

Um homem cuja identidade ainda não foi divulgada foi assassinado na tarde de ontem sexta-feira (27). O crime aconteceu no canal Água Cristal, no bairro da Marambaia, em Belém.

O adolescente de 17 anos foi morto a tiros no final da tarde desta sexta-feira (27). Segundo informações de populares repassadas à polícia, a vítima teria sido atraída para o local por duas garotas, mas quando ele chegou um homem aguardava por ele. O suspeito efetuou vários disparos contra o adolescente, que ainda tentou fugir pelo canal. O caso foi registrado na Seccional da Marambaia e uma equipe da Divisão de Homicídios também esteve no local do crime dando início as diligências. A principal suspeita é que o adolescente tenha sido executado em acerto de contas com traficante.

A mãe do adolescente ficou muito abalada quando chegou ao local do crime e reconheceu o corpo do filho. Ela observou trabalho da perícia criminal em prantos.

O aspirante a oficial PM Diogo Godinho, da 3ª Companhia do 1º Batalhão de Policiamento Militar, contou que quando a guarnição chegou ao local do crime o corpo da vítima já estava na pista. “Quando chegamos já estava aí”, apontou. “Informações repassadas por policiais aqui na área indicam que ele era conhecido por praticar roubo e teria envolvimento com drogas”, comentou o policial.

O militar estranhou o fato dos pés da vítima estarem sujos de lama, sendo que o cadáver estava no asfalto. Ao procurar mais informações sobre o que poderia ter ocorrido descobriu que a vítima foi alvejada quando estava na mata às margens do canal – provavelmente tentando fugir do executor.

“No local nos informaram que duas meninas o teriam chamado para cá, mas quando chegou aqui um homem já esperava por ele e atirou”, relatou Godinho. “Ninguém soube explicar se o atirador fugiu a pés ou se estava de moto ou de carro”, comentou.

Um morador murmurou ao Diário que o executor seria um traficante do bairro, que após o crime saiu andando normalmente pela pista em direção a sua casa. No entanto, esta informação ainda será apurada pela polícia.

Uma equipe de investigadores comandada pelo delegado Pery Neto, da Seccional da Marambaia, colheu informações no local do crime.

O corpo do adolescente foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).
(DOL)

 
▲ Topo>