quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Ladrões assaltam funcionários e alunos em escola

Ladrões assaltam funcionários e alunos em escola  (Foto: Wagner Almeida/Diário do Pará)
Colégio deveria ser sinônimo de aprendizado, e não de medo. Mas na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Tenoné, em Belém, alunos e professores viveram momentos de terror, na noite de terça-feira (8). Quatro assaltantes armados entraram na escola e renderam funcionários e estudantes de 3 turmas, que assistiam aulas e realizavam provas

Os ladrões renderam os vigilantes, entraram fazendo um deles refém em uma das salas de aula e anunciaram o assalto. No local, roubaram celulares, dinheiro e bolsas dos alunos, além de uma televisão. Um dos professores teve uma arma apontada para a sua cabeça. Após o roubo, deixaram as vítimas trancadas na sala.

Depois, seguiram para outra sala - onde os alunos faziam prova-, e começaram a roubar os celulares das vítimas. Um professor chegou a ser amarrado na sala da diretoria, de onde levaram um aparelho televisor e um computador. 

Um professor contou que foi pedir ajuda na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) do bairro do Tenoné. Porém, segundo ele, não havia policial no prédio. Ele, então, foi ao Conjunto Maguari e pediu ajuda aos policiais militares. “Várias viaturas foram ao local, mas eles já tinham fugido”, afirmou. Dois criminosos escaparam pela porta da frente e 2 teriam pulado o muro. 

RECLAMAÇÃO

O professor reclamou da insegurança na escola e da falta de apoio. “A insegurança pública está até mesmo dentro das escolas”, diz. “Não há políticas públicas para tirar as pessoas do mundo da violência. É uma verdadeira precariedade a política do Governo do Estado”, lamenta. Uma técnica pedagógica da escola registrou um Boletim de Ocorrência na Seccional Urbana de Icoaraci.

(Fabrício Nunes/Diário do Pará)
 
▲ Topo>