domingo, 18 de setembro de 2016

Suspeito de crimes é executado com dois tiros

Suspeito de crimes é executado com dois tiros (Foto: Wagner Almeida/Diário do Pará)
No local do crime, a mãe de Lucas Andrade da Costa, de 22 anos, chorava e lamentava, através de gritos, a morte do filho, “Eu falei pra ele não sair... Lucas porque tu me deixou” eram as frases que a mãe, em estado de choque, pronunciava enquanto o corpo da vítima era removido para o IML.

Segundo o pai da vítima Leno Oliveira Costa, Lucas estava andando de bicicleta pelo canal da Tvavessa Pirajá quando foi abordado por dois homens, ele tentou correr dos suspeitos, mas foi acertado por um único disparo de arma de fogo nas costas “O tiro pegou nas costas, meu filho morreu tentando fugir desses bandidos” contou o Pai.

TRÁFICO

Segundo o Tenente Rômulo, do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Lucas era conhecido da polícia, sendo envolvido com tráfico de drogas e por ter sido preso uma vez “Ele foi preso por tentativo de estupro, mas cometia assaltos e tinha envolvimento com tráfico de drogas também” frisou o tenente.

INVESTIGAÇÃO

A Divisão de Homicídios irá investigar se a morte do jovem está ligada ao seu envolvimento com o mundo do crime ou se Lucas tentou reagir e fugir de um possível assalto, já que o pai afirmou que o filho havia saído de bicicleta e o transporte não estava no momento da chegada dos policiais “Já sabemos que ele era envolvido em assaltos, receptação e um estupro, mas vamos investigar os motivos de sua morte” confirmou o Delegado Eduardo Rolo da (DH). Apesar da morte de Lucas ter acontecido em uma vila com várias casas, os vizinhos se restringiram a afirmar que só ouviram um barulho de disparo de arma de fogo, sem qualquer informação relevante acerca dos possíveis assassinos de Lucas. O caso foi registrado na Seccional de São Brás.

(Danilo Magela/Diário do Pará)
 
▲ Topo>