quinta-feira, 21 de junho de 2018

HOMEM QUE INCENDIOU PORTEIRO É MORADOR DO PRÉDIO E ESTÁ FORAGIDO

Homem que incendiou porteiro é morador do prédio e está foragido (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

A polícia do Rio de Janeiro já identificou o responsável por jogar gasolina e em seguida tacar fogo no porteiro de um prédio na cidade de Teresópolis na última terça-feira (19). O homem é Marcelo Cavalcante Gomes, morador do prédio, que está foragido.
Segundo a PM, Marcelo é morador do apartamento 304, bloco 3. A motivação para o crime ainda é desconhecida.
Uma foto divulgada pela Polícia Militar mostra as queimaduras espalhadas pelo corpo do porteiro de nome Jefferson Quintanilha de Souza, de 23 anos.
Parte superior do corpo do rapaz foi a mais atingida pelas chamas (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Conforme mostrado em matéria divulgada pelo DOL, na manhã de ontem (20), o porteiro estava na guarita do prédio quando o agressor se aproximou, entrou no abrigo e ateou fogo sobre o corpo do trabalhador que saiu desesperado do local.
Tudo foi gravado por câmeras de segurança do prédio.
(DOL)

HERDEIROS PODEM SACAR COTA DO PIS DE BENEFICIÁRIO MORTO. VEJA COMO!

Herdeiros podem sacar cota do PIS de beneficiário morto. Veja como! (Foto: Marcelo Camargo/ABr)

O pagamento do saldo das cotas do PIS/Pasep para beneficiários de qualquer idade começou na segunda-feira (18) para maiores de 57 anos. O pagamento será feito pela Caixa no caso de quem tem dinheiro em conta do PIS e pelo Banco do Brasil, se for saldo de Pasep.
Leia mais: Trabalhador que esperar até agosto receberá valor maior do PIS/Pasep 
E os herdeiros de beneficiário morto podem sacar o saldo da conta do PIS. Para isso é preciso se dirigir a uma das agência da Caixa Econômica Federal com documento de identificação válido e um dos seguintes documentos:
Certidão ou declaração de dependentes habilitados à pensão por morte expedida pelo INSS, ou
Atestado fornecido pela entidade empregadora (no caso de servidor público) ou
Alvará judicial designando o sucessor/representante legal e Carteira de Identidade do sucessor/representante legal (na falta da certidão de dependentes habilitados), ou
Formal de Partilha/Escritura Pública de Inventário e partilha.
A Caixa recomenda que o herdeiro leve também comprovante de inscrição PIS/Pasep na hora de fazer o saque.
(DOL)

FORAGIDO DO PRESÍDIO DE AMERICANO É RECAPTURADO APÓS ASSALTO EM VAN

Foragido do presídio de Americano é recapturado após assalto em van (Foto: PRF/Divulgação)

Um homem, que não teve a identidade divulgada, foi recapturado por policiais rodoviários federais durante ronda no KM 88 da rodovia BR-316, na altura do município de São Francisco do Pará, no nordeste do Estado, na última quarta-feira (20).
A PRF foi acionada após uma van ser assaltada. A equipe realizou incursão no ramal conhecido como “Guanabara”, onde visualizou um homem fugindo para o mato.
O suspeito foi capturado e um revólver não registrado foi apreendido com ele. Apesar das vítimas do assalto da van não o reconhecerem como autor do crime, foi constatado que ele era foragido do presídio de Americano, localizado na Região Metropolitana de Belém.
Segundo a PRF, foi dada voz de prisão ao suspeito pelo mandado de prisão em aberto e pelo porte ilegal de arma. Ele foi encaminhado para a Polícia Civil para as devidas providências.
(DOL)

PRESO ACUSADO DE ESTUPRAR MENINA DE SEIS ANOS

Preso acusado de estuprar menina de seis anos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

E Linelson Ramos Oliveira, de 24 anos, foi preso em flagrante nesta quarta-feira (20), acusado de estuprar uma menina de seis anos em Melgaço, Ilha do Marajó.
A Polícia Civil soube do caso por meio dos representantes do Conselho Tutelar, que acompanharam a avó e a criança até a delegacia, onde foi comunicado o crime.
A vítima foi ouvida e passou por exame sexológico, que comprovou a materialidade do crime. Após isso, os policiais efetuaram a prisão do acusado.
“Após exame sexológico, restou comprovada a materialidade. Assim sendo, a equipe de Polícia Civil saiu em diligência durante todo o dia para localizar o suspeito”, disse o delegado Esli Gomes.
Elinelson estava escondido na própria casa, onde ele foi cercado e, consequentemente, preso e autuado em flagrante por estupro de vulnerável.
(Com informações da Polícia Civil)

EX-DIRETOR DO DETRAN E MAIS 10 PESSOAS SÃO PRESAS POR CORRUPÇÃO EM SANTARÉM

Ex-diretor do Detran e mais 10 pessoas são presas por corrupção em Santarém (Foto: Agência Pará)

O ex-diretor da Circunscrição Regional de Trânsito (1ª CIRETRAN), Claudiomar de Oliveira Furtado e mais 10 pessoas foram presas nesta quarta-feira (20), durante operação “Bincagem Fantasma”, realizada pela Polícia Civil do Pará, nos municípios de Santarém e Aveiro, no oeste paraense.
O grupo é investigado por um esquema criminoso do qual os integrantes são suspeitos de envolvimento em um esquema de corrupção dentro do órgão, como a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
A operação objetiva apurar e combater um esquema criminoso do qual os servidores lotados na 1ª CIRETRAN e pessoas ligadas às sociedades empresariais, profissionais autônomos e usuários dos serviços são suspeitos de envolvimento, segundo a Polícia Civil.
Além do ex-diretor, dentre os presos estão o atual gerente do pátio da empresa de leilões de veículos apreendidos; servidores e ex-servidores do órgão; despachantes e um dono de autoescola.
Veja os presos:
Claudiomar Furtado, ex-diretor do Detran;
Márcio Roberto dos Santos Pimentel, ex-assessor de Claudiomar Furtado;
Benedito Silva Lima, o Benê, gerente do pátio da empresa de leilões de veículos apreendidos;
Miguel Ângelo Pereira Costa, servidor do Detran;
Rosinaldo dos Santos, o Naldo, servidor do Detran;
Ivanildo Paulo Pedroso, ex-servidor do Detran;
Rosalba Henrique Vieira, despachante de veículos;
Jonnatha de Sá Oliveira, aliciador de candidatos;
Fabrício Rente dos Santos, dono de auto-escola e aliciador de candidatos;
Waldeci Reis Lemos Mota, despachante de veículos e;
José Luiz Bentes da Costa, despachante de veículos e de CNH.
Esquema foi denunciado em 2015
No total, foram expedidos 35 mandados judiciais, dos quais 18 são de busca e apreensão e 17 de prisão preventiva, de acordo com a PC.
Segundo a polícia, a denúncia sobre o esquema criminoso foi feita pelo próprio Departamento Estadual de Trânsito do Pará (Detran), em 2015, quando as investigação foram iniciadas pela Polícia Civil. Durante o inquérito, foi constatado indícios de infrações penais, entre as quais, associação criminosa, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistema de informação, concussão (extorsão cometida por servidor público), corrupção passiva e corrupção ativa, advocacia administrativa, dentre outras ilegalidades. 
A operação foi realizada por policiais civis, sob o comando do NIP (Núcleo de Inteligência Policial), sob direção do delegado Fernando Rocha, e NAI Oeste (Núcleo de Apoio à Investigação), de Santarém, com apoio da Diretoria de Polícia do Interior (DPI), tendo à frente do delegado Sílvio Maués; da Superintendência da Polícia Civil na Região do Baixo Amazonas; da Superintendência da Polícia Civil na Região do Tapajós; e das Seccionais Urbanas de Santarém e Itaituba.
(DOL)
 
▲ Topo>